Chega ao fim o V Seminário Internacional – Gestão do Risco de Desastres, promovido pelo Corpo de Bombeiros, em parceria com outras instituições. O encontro foi encerrado na tarde de ontem (22/02), após a apresentação de especialistas de várias áreas ligadas a desastres no Brasil e no exterior.

O Seminário foi dividido em cinco blocos. O primeiro tratou das práticas internacionais que podem servir de exemplo para a realidade brasileira. O segundo bloco discutiu as formas de trabalhar com as barragens de mineração de forma segura e o terceiro cuidou do gerenciamento das informações pós-desastre. Nos dois blocos finais, especialistas explanaram sobre o desenvolvimento de medidas e ações de resposta a desastres e a integração dos diversos protagonistas da Proteção e Defesa Civil.

O conceito do Seminário está alinhado com o planejamento do Governo do Estado em incutir em Minas a cultura da campanha de cidades resilientes, lançada em 2010, pela Organização das Nações Unidas (ONU). Conferências mundiais têm sido realizadas ao redor do mundo para promover a discussão em torno da redução do risco de desastres e da capacidade de rápida recuperação em situações catastróficas.

As parcerias com a Associação de Cooperação em Ciência e Tecnologia Brasil-Japão (ACCTBJ), em conjunto com a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) e o apoio do Gabinete Militar do Governador/Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (GMG/CEDEC) foram fundamentais para a realização e composição do corpo de palestrantes que enriqueceram o encontro.

Dia 21 - Slides das palestras

Confira as fotos do V Seminário Internacional GRD

 

Fonte: Corpo de Bombeiros Militar