balanço GMG 2020

O Chefe do Gabinete Militar do Governador e Coordenador Estadual da Defesa Civil, Coronel PM Osvaldo de Souza Marques, participou, nesta quarta-feira (16/12), de uma coletiva de imprensa para apresentar o balanço do Órgão em 2020. 

Neste ano, o Gabinete Militar do Governador conseguiu importantes resultados, tanto na parte administrativa com destaque para a qualidade do gasto público, quanto na entrega de serviços à população, diante da resposta aos desastres ocorridos, por meio da área de Defesa Civil do GMG.

Captação de recursos suplementares ao orçamento do GMG

Atuando junto ao Governo Federal e à iniciativa privada, com apoio do Governo de Minas e do Ministério Público, o Gabinete Militar do Governador (GMG) captou expressivo volume de recursos suplementares ao orçamento. Foram 107 milhões arrecadados nos últimos dois anos, sendo 96 milhões apenas em 2020. Esses valores têm contribuído para a realização de ações de assistência, socorro e melhoria dos serviços prestados ao povo mineiro.

Economia na Gestão dos Palácios Governamentais

A partir de ações gerenciais, alinhadas com as diretrizes do Governo, o GMG promoveu ampla revisão nos contratos, alterou procedimentos e estabeleceu diretrizes que resultaram na economia de mais de R$ 4,2 milhões na gestão dos prédios sob responsabilidade do GMG (Palácio Tiradentes, do Palácio da Liberdade e Residência Oficial, locada pelo próprio Governador) nos últimos dois anos, sendo R$ 3,3 milhões em 2019 e 900 mil em 2020.

Redução nos voos de Governo e ampliação dos voos para a sociedade

Desde o início de sua gestão, o governador Romeu Zema determinou o uso compartilhado das aeronaves do governo – algumas delas eram para seu uso exclusivo.

O trabalho integrado e efetivo realizado pela nova gestão estadual nesse sentido demonstra resultados desde 2019, ano em que Minas Gerais foi premiada pelo Ministério da Saúde como o estado que mais captou órgãos no país, com um crescimento de 42% da captação de doadores em relação a 2018.

Neste ano, 73% dos voos realizados pela frota aérea do GMG foram realizados para atender serviços públicos, como Saúde (incluindo o transporte de órgãos e tecido), Segurança Pública, Meio Ambiente, Defesa Civil.

Transporte e Distribuição de Água Potável (TDAP)

Em 2019 e 2020, o GMG, por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), realizou ações de transporte e distribuição de água potável para mais de 100 mil pessoas vitimadas pela seca em milhares de comunidades do semiárido mineiro, totalizando 77 municípios atendidos, empregando recursos de aproximadamente R$ 12 milhões, sendo R$ 6,7 milhões em 2020 e R$ 5,2 milhões em 2019.

Programa Água Doce (PAD)

Neste ano, foi assinado pelo Governo de Minas o Acordo de Cooperação Técnica para a Retomada do Programa Água Doce (PAD) no estado. A iniciativa visa levar água de qualidade, própria para consumo, a cerca de 30 mil pessoas, em 69 municípios do semiárido mineiro até o final de 2021.

O GMG, por meio da Cedec, está neste projeto em parceria com a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater) e o Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene).

cel osvaldo balanço

O convênio havia sido firmado pelo Governo do Estado com o Governo Federal em 2012, porém, as gestões anteriores em Minas não deram andamento. Somente neste ano, o governador Romeu Zema, por meio de uma ação integrada, retomou o plano e obteve avanços consideráveis, beneficiando dezenas de municípios.

Preparação e resposta às chuvas

Foram realizadas diversas ações de preparação, mitigação, resposta e reconstrução para fins de enfrentamento às fortes chuvas que atingiram Minas Gerais no início deste ano, como, por exemplo: coordenação do gabinete de crise e das ações de assistência humanitária; análise e reconhecimento do Estado de Anormalidade; auxílio aos municípios atingidos; mobilização de empresas privadas para doações.

Além disso, após interlocução com o Ministério do Desenvolvimento Regional/Secretaria de Proteção e Defesa a Civil, o Gabinete Militar do Governador, por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil conseguiu, junto ao Governo Federal, aproximadamente R$ 58 milhões para ações de restabelecimento para 119 municípios e cerca de R$ 38 milhões para atividades de recuperação para 38 municípios. 

Para prevenir e preparar os municípios a resistir e responder adequadamente ao período chuvoso previsto para dezembro de 2020 e janeiro de 2021, o Órgão também adotou um conjunto de ações planejadas e coordenadas, realizadas em parceria com os municípios, dentre as quais se destacam: cursos regionalizados para capacitar agentes municipais de defesa civil; seminário sobre o período chuvoso; webinário; visitas técnicas e orientações às Coordenadorias Municipais de Defesa Civil.

Pandemia - Covid 19

O Gabinete Militar do Governador, por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil participou ativamente de várias ações transversais no enfrentamento à pandemia da Covid-19, como: projeto Medicamento em Casa, junto à Secretaria de Estado de Saúde (SES) e ao aplicativo 99, para entrega de medicamentos a pacientes do grupo de risco do coronavírus, a fim evitar a formação de filas e a disseminação do vírus; entrega de máscaras, cobertores e kits de higiene a pessoas em situação de rua na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em parceria com a PMMG, Servas e Afas; distribuição de cestas básicas para povos indígenas, em conjunto com a PMMG, e para comunidades tradicionais, em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese); captação e gestão das doações para o enfrentamento à pandemia (arrecadação de aproximadamente R$ 52 milhões em itens e insumos; transporte de respiradores em apoio à SES aos municípios.